Casa de Colorir e Bom Negócio: a retrospectiva do amor

31/12/2014

Desde que o blog começou a conquistar mais e mais leitores (sim, eu não esperava ter leitores no começo, achei que esse blog seria um diário da evolução da minha casinha), eu comecei a sonhar em tirar o Casa de Colorir do online e encontrar cara a cara essas pessoas que pensavam como eu. Pessoas essas que entendiam o poder de um colorido e que tinham força de vontade e coragem para colocar a mão na massa e transformar as coisas. 

Quando o blog fez dois anos, comecei então a promover oficinas aqui no Rio, onde eu tinha a oportunidade de conhecer pessoas lindas e coloridas, que sorriam por dentro e por fora! E todo mundo mergulhava nas tintas e pincéis e, juntos, a gente pintava o sete. Se ter tanto leitores tinha sido uma grane surpresa lá no começo, as oficinas, por outro lado, eu já tinha muita certeza de que seria um projeto muito amado. O motivo? Simples, mas não tão simples: o poder do autoconhecimento - descobrir do que você é capaz artisticamente pode te abrir muitas janelas (e portas). E poder contribuir para o despertar de uma sementinha criativa dentro das pessoas é um privilégio - e talvez até minha missão. :)

Pois bem. Até 2013, as oficinas aconteciam somente no Rio. Mas, em 2014, uma proposta chegou para me encher de orgulho: o Bom Negócio entrou na jogada como patrocinador do projeto! Havia chegado então a hora de levar as oficinas para outras cidades do país! E foi aí que eu fiquei feliz em dobro: poder viajar o Brasil, conhecer muita gente nova e multiplicar, mas também tinha encontrado um parceiro que tinha tudo a ver com a nossa filosofia: um site de compra e venda de objetos usados. E assim nasceu o Projeto Mão na Massa. :)





Para participar das oficinas, não era obrigatório comprar nenhum móvel no site do Bom Negócio. Você poderia levar o seu móvelzinho velho de casa e eu te ajudava a dar aquela repaginada. Para quem não tinha nenhum móvel para reformar, essas sim, conseguiam alguns garimpos incríveis através do site e chegavam lá todas orgulhosas com o móvel debaixo do braço, se gabando da pechincha. Nós ainda dávamos a ideia: agora que já sabem que é possível e como fazer, que tal começar a reformar móveis assim e montar um canal de venda online por lá? E tinha gente que até sonhava alto em mudar de profissão e virar artesão. :)




Cinco cidades, 150 artistas orgulhosos, 150 móveizinhos sem graça que ganharam vida no Projeto Mão na Massa.

A primeira edição foi em SP, no charmoso hostel Ô de Casa, na Vila Madalena. E olha... acho que podemos chamar essa edição de Extreme Projeto Mão na Massa. Calor de 40 graus, chuva, e mais calor de 40 graus, vento... Meu... São Pedro pegou pesado com a gente. Minhas alunas ganharam certificado de artes manuais, mas mereciam também o de resistência física rs. Mas, no fim das contas, resultados e sorrisos felizes, ó aí em cima. Nessa edição, a Flok Tecido Adesivo deu um super apoio de material, e muitos móveizinhos ficaram mais alegres depois do revestimento. 

Quando eu cheguei na Casa Una para a nossa edição mineira, meu coração até bateu forte, tamanha a beleza desse casarão tombado que abriga o centro de cultura. O desafio da turma era deixar esse piso de madeira, original da época, sem um pingo sequer de tinta. É claro que forramos o chão. E também ensinamos a pintar como se estivéssemos pintando na nossa própria casa. Uai, não é que deu certo?! :)

Mas bahhh! Não era pra ser frio em Poa?  Capaz... Acho que estava mais calor do que no Rio. E mesmo assim, me ofereceram um chima. E eu sou dessas de negar um chima? Os meninos do Catalise Coworking nos receberam muito bem e a bagunça rolou solta no jardim. A tintas Coral, nossa apoiadora e parceira querida, também não deixou faltar cor.


Fazer arte, numa galeria de arte. Oxe, e quer inspiração melhor? Nossa oficina de Salvadô foi um luxo só, de frente para o mar, na Urban Arts Salvador. O povo da Bahia não é só caloroso, viu, é também inspirado! Quantos abraços, quanto xêro, quantas lindezas... :)


A quinta e última edição de 2014 aconteceu em Curitiba, no Nex Coworking, um casarão antigo e maravilhoso por onde transborda inspiração e ideias fora da caixa. Nessa edição, contamos com o apoio e carinho da Betyane, que é dona da loja Santa Composição. Além de nos presentear com rolos e rolos de tecido adesivo para usarmos nos projetos, também sorteou alguns kits de material entre as participantes.


Ufa! Olhando assim, parece até que não deu trabalho. Com receio de não encontrar os materiais na cidade em questão, eu e a Anna, que trabalha comigo, viajávamos com TU-DO. Lixa, furadeiras, martelo, pregos, acabamentos, massas, pinceis, bandejas, materiais de limpeza, puxadores... tudo isso para 30 pessoas. Até um incidade clandestino com tintas no aeroporto aconteceu rs. Mas quem se lembra do trabalho que deu? Eu só lembro dos sorrisos, dos abraços, do aprendizado, da troca, da emoção e dos olhinhos brilhando. E eu só tenho a agradecer ao Bom Negócio um patrocinador mais que amado, que acreditou no meu sonho e fez acontecer, aos meus queridos apoiadores e, acima de tudo, aos participantes, que não economizaram no carinho. Posso ser cafona? Levei cor, e só ganhei amor. ♡

Que venha 2015 e mais viagens, mais pessoas, mais inspiração e muito mais mão na massa! 


Como fazer uma árvore de Natal de papel: ainda dá tempo!

18/12/2014

Ainda não tem árvore de natal aí na sua casa? Mas falta uma semana... bom, não quero deixar você mais ansioso. Eu tô aqui pra ajudar, e não pra piorar. :)

Você pode passar de 0 árvore para 4! É fácil, é barato e é de papel. Ah, e é lindo também! Olha só o vídeozinho que eu gravei para o natal do GNT. Clique para assistir lá na página do canal:



E para a porta de casa, já garantiu algum enfeite natalino? Então aproveita e aprenda como fazer essa guirlanda de pom-pom, ó:



Presentinhos de natal baratos e charmosos: o caminho das pedras!






Ainda não comprou as lembrancinhas de natal? Tá sem dinheiro? Tá sem tempo? E quem disse que você precisa gastar muito para garantir um sorriso daquela pessoa que é especial pra você? E nem estou falando para você colocar a mão na massa dessa vez não... rs 

Mastigamos Listamos nesse post pra você 10 lojas legais no Saara (centro do Rio) para você garimpar presentinhos charmosos para esse natal!


1 - Lar Doce lar: Rua da Alfândega, 322/324/326



* Garrafas de vidro coloridas para o bar, a estante, ou para a geladeira mesmo: R$12 / R$15



2 - Ka-ka Presentes: Rua da Alfândega, 295




* Cestos charmosos para manter alimentos fora da geladeira, longe dos mosquitinhos: R$30
* Copinhos de porcelana chinesa para saquê ou(por quê não?) um café: R$5.90 cada.



3 - Linda Presentes: Rua da Alfândega, 297/301




* Kit de chá (bule, xícara e copinho) de Matrioska: R$43,20.
* Dupla saleiro e pimenteiro de Matrioska: R$17
* Moringa de bonequinha: R$34.



4 - Balisun: Rua Buenos Aires, 323




* Kit Moringa Frida Kahlo: R$149.
* Ganchos de porcelana: R$49
* Almofadas: R$59.
* Estátua Buda: R$49.



5 - Rio Alegre Festas Presentes: Rua Senhor dos Passos, 131




* Vaso de porcelana passarinho: R$27,90.
* Escultura passarinhos porcelana: R$18.
* Vasos de porcelana: a partir de R$30.
* Cachepô esmaltado turquesa: R$32,90.



6 - BrinkMania Loja 1: Rua Senhor dos Passos, 93/95




* Bowls lisos de porcelana, para você soltar a imaginação de pintar com canetinha específica para cerâmica. Fica lindo ou não fica? R$5,50.


7 -  KW Flores: Rua Buenos Aires, 161




* Vasos de porcelana: R$26.
* Lamparinas de metal casinha: R$20.




8 - Shin Shin Rio Presentes: Rua da Alfândega, 330




* Copinhos para vela de vidros coloridos: R$8,90.
* Molduras de porta retrato: R$19,90.
* Porta-velas de flores coloridas: R$12,90.


9 - BellaCasa: Rua da Alfândega, 338A




* Cinzeiros retrô bem humorados: R$12,90
* Porta-biscoito sorvete: R$32,90.
* Porta-temperos de gueixa: R$16


10 - BrinkMania Loja 2: Rua da Alfândega, 316


* Lamparinas porcelana: R$13,50.