41

Como pintar um móvel estilo Casas Bahia

03/09/12


Não, esse não é um post patrocinado. :) Mas é que a pergunta teima em aparecer por aqui de tempos em tempos: “Thalita, como eu pinto um móvel estilo Casas Bahia?”. De tanto perguntarem, me senti na obrigação de responder.


Pra começar, o tal do “móvel Casas Bahia”, assim entendo, é esse tipo de móvel que não é feito de madeira de verdade. Geralmente de MDF ou compensando, possui um acabamento laminado ou então de fórmica. Em outras palavras, é aquele móvel totalmente funcional, que guarda as suas tralhas, mas que não decora. Não sei se você tá lembrado, mas aqui no blog já pintei 3 móveis desse tipo. Por isso, vou usar esses exemplos para tentar montar esse guia rápido de dúvidas para quem ainda está com medo de se jogar numa transformação. O que você vai encontrar aqui são algumas conclusões sobre tintas e técnicas que aprendi através das minhas tentativas, erros e acertos. Modéstia à parte, por aqui elas funcionaram bem que só. Espero que funcionem por aí também!

Em 1o lugar, lixe, mesmo que você ache que não precisa. “Mas é tudo lisinho, lixar o quê, Dona?”. Lixar o que puder de verniz, deixar a superfície o mais porosa possível. Você não vai notar grande diferença ao olhar para o móvel lixado, mas a superfície vai estar mais preparada para receber a tinta, que vai aderir com mais facilidade.
Para saber quando parar de lixar, olhe a superfície contra a luz e veja se ainda há brilho sobre ela. Se sim, continue lixando até que a superfície esteja bem fosca. Para um criado mudo pequeno, de aproximadamente 40cm de largura e 70cm de altura, você vai levar uns 20 minutos lixando. Superfícies em fórmica também devem receber uma lixa antes da pintura.


Alguns desses móveis são feitos com folhas de fórmica ou laminados que, com o tempo, acabando lascando, descascando. Por isso, antes de partir pra pintura, dá pra resolver rapidinho essa questão com uma massa. Eu uso uma específica para madeira e dá certo. Basta espalhar como se fosse um reboco de parede com a ajuda de uma espátula. Vá esticando a massa até que ela fique do jeito que você quiser e deixe secar. Depois de seca, basta lixar a superfície para que ela fique ainda mais lisa e uniforme, sem desníveis entre áreas com massa e áreas sem massa. Repita essa operação até que a superfície esteja bem nivelada. Para cobrir essas falhas aí da foto com perfeição foram necessárias 3 camadas de massa.

Vou confessar a você: nunca usei uma base para pintura. Sempre parti direto para a tinta. A questão é que o fundo nivelador te ajuda muito a garantir uma pintura uniforme e que não descasque. Além disso, ele diminui a quantidade de demãos de tinta, pois a mesma vai cobrir a superfície com mais eficácia.
Por isso, se você não quiser arriscar, te aconselho a fazer como manda o figurino. O rapaz da loja de tintas pode te ajudar com as inúmeras marcas disponíveis no mercado. Mas se me permite uma dica, aqui vai: escolha uma base da mesma marca da tinta que você deseja usar. Eles foram feitos para trabalharem em conjunto, então, há mais chance dessa combinação dar certo.


A hora de pintar é que são elas, não é mesmo? Fica a dúvida: com qual tinta pintar? Se for para a área externa, não tem saída: o jeito é pintar com esmalte sintético à base de óleo usando um rolinho ou  então partir para a tinta em spray (que, no caso, é o mesmo esmalte sintético à base de óleo, só que em aerosol). Mas se a sua pintura for para a área interna, temos algumas opções:

- Tinta Acrílica: É a mesma tinta usada para pintar paredes. À primeira vista, parece que não vai funcionar nos móveis estilo “Casas Bahia”, mas já pintei alguns e o resultado dá certo. Além dos galões de 250ml que você encontra nas lojas de bricolagem, você encontra também esses potinhos de tinta acrílica (PVA) em lojas de artesanato. A cartela de cores é imensa e o preço é camarada. Com R$10 (ou 4 potinhos) você pinta um criado mudo, pois dá pra diluir a tinta em aproximadamente 30% de água, o que faz a mesma render bastante,  O segredo? A primeira demão funciona como uma base para receber as demais camadas. Essa primeira camada ficará quase transparente, cheia de falhas. Quando ela estiver seca, dê uma leve lixada (cuidado para não retirar a tinta) e parta para a segunda demão. Já a segunda ficará totalmente coberta, mas com pequenas falhas e a terceira deixará o acabamento 100%. É aconselhável diluir a tinta em um pouco de água e usar um rolinho de espuma macio e bem limpo.
Para pintar: use uma bandeijinha de pintor para despejar a tinta e diluí-la em água. Passe todo o rolinho de espuma na tinta, sem economia e de forma igual em todos os lados. Acumule tinta no rolinho, ou “carregue de tinta”, como costuma-se falar. Espalhe o rolinho bem molhado sobre a superfície, como se fosse molhar todas as partes com a tinta. Depois de aplicar a tinta em excesso em toda a área, esfregue o rolinho na bandeja de pintura, pressionando para retirar o excesso de tinta. Passe novamente o rolinho mais seco sobre a pintura, sem esfregar ou fazer peso. O próprio peso do rolinho deve passar pela supefície, absorver o excesso de tinta, espalhá-la melhor e alisá-la. Deixe secar e, entre uma demão e outra, dê uma leve lixada para que o acabamento fique 100%. Para proteger, aplique verniz em spray fosco sobre todo o móvel.
Onde encontrar? Em lojas de tinta ou bricolagem. Você pode escolher entre centenas de cores disponíveis na cartela.  Para móveis pequenos, uma latinha de “Tira Teima” é o suficiente. Muitas lojas de bricolagem oferecem essas latinhas menores para que você teste o tom da tinta. Para pintar móveis, escolha sempre 1 tom mais escuro do que você realmente deseja, pois a cor costuma ficar mais clara no móvel do que na amostra.

- Tinta em Spray: Aconselhável somente para móveis pequenos, pois faz sujeira e possui cheiro forte. Por mais que você ache que o local está protegido com jornal, aconselho triplicar o cuidado ou pintar em áreas externas ou na garagem. Além disso, se o móvel possuir partes em ferro ou plástico, a tinta em spray é uma boa pedida para fazer esse acabamento.
Antes de aplicar a tinta sobre o móvel, teste a mesma sobre um jornal, na mesma direção e do mesmo jeito que será aplicada sobre o móvel. Observe se a pintura está sem gotas, sem falhas. Se estiver tudo ok, parta para a superfície desejada. Repita esse passo sempre que você ficar mais de 20 minutos sem usar a tinta, pois o bico do spray pode ressecar e entupir, causando os indesejáveis respingos.
O segredo para aplicação da tinta em spray está na quantidade de tinta aplicada. A primeira camada não deverá cobrir a superficie perfeitamente. Aliás, ela não deve cobrir nem metade dela, somente dar uma manchada como um todo. A primeira camada deve funcionar somente como uma nuvem de cor, que prepara uma base para a segunda demão. Evite aplicar a tinta muito tempo sobre o mesmo local. O acúmulo de tinta é o que faz a mesma escorrer. Para garantir que isso não aconteça, pinte uma superfície de cada vez, na horizontal. Fique atento, no entanto, para que a lata de tinta esteja sempre em pé. Se ela estiver deitada, você corre o risco de ter que lidar com respingos. Se isso acontecer, passe um jornal sobre o relevo da gota, ainda úmida, para alisá-la. Espere secar totalmente e aplique uma nova camada de tinta.
Para proteger, use verniz em spray fosco ou brilhoso, dependendo do acabamento desejado.
Onde comprar? Você encontra as marcas Colorgin e Suvinil com facilidade nas lojas de bricolagem ou de artesanato. Elas são fáceis de se trabalhar, mas a cartela de cores é limitada e só se encontram em acabamento brilhoso (com exceção do preto e branco, que também existem no acabamento fosco). Além dessas duas marcas, eu costumo usar uma tinta em spray chamada MTN 94, que possui uma variada cartela de cores, um cheiro mais suave e o acabamento é fosco.Eu sei que vende aqui e aqui. O valor? Um pouco mais barato que Colorgin e Suvinil.

- Esmalte Sintético: se você quiser um efeito parecido com o laqueado ou com o da tinta em spray, a pedida é o esmalte sintético aplicado com um rolinho de espuma. Dê preferência pelas opções à base de água, que possuem um cheiro mais suave e são mais fáceis de limpar a sujeira (incluive de rolinhos e pincéis).
Disponível em dois acabamentos, o nome já diz tudo: fosco para o acabamento matte, sem brilho. Ou brilhoso (ou alto brilho) para aquele acabamento tipo laqueado. Eu gosto muito do acabamento fosco.
Para pintar: use uma bandeijinha de pintor para despejar a tinta e diluí-la em água. Passe todo o rolinho de espuma na tinta, sem economia e de forma igual em todos os lados. Acumule tinta no rolinho, ou “carregue de tinta”, como costuma-se falar. Espalhe o rolinho bem molhado sobre a superfície, como se fosse molhar todas as partes com a tinta. Depois de aplicar a tinta em excesso em toda a área, esfregue o rolinho na bandeja de pintura, pressionando para retirar o excesso de tinta. Passe novamente o rolinho mais seco sobre a pintura, sem esfregar ou fazer peso. O próprio peso do rolinho deve passar pela supefície, absorver o excesso de tinta, espalhá-la melhor e alisá-la. Deixe secar e, entre uma demão e outra, dê uma leve lixada para que o acabamento fique 100%. Para proteger, aplique verniz em spray fosco sobre todo o móvel.
Onde encontrar? Em lojas de tinta ou bricolagem. Você pode escolher entre centenas de cores disponíveis na cartela.  Para móveis pequenos, uma latinha de “Tira Teima” é o suficiente. Muitas lojas de bricolagem oferecem essas latinhas menores para que você teste a o tom da tinta. Para pintar móveis, escolha sempre 1 tom mais escuro do que você realmente deseja, pois a cor costuma ficar mais clara no móvel do que na amostra.


Além das tintas, já vimos por aqui que também é possível brincar com tecidos e papéis nas gavetas, tampos de mesa e onde mais sua criatividade desejar. Mas essas são cenas para os próximos capítulos. Espero que esse guia te ajude a garrar confiança e colocar a mão na massa. Sempre quando tiver novidades, acrescento aqui no nosso guia, que só tende a ficar mais completo! Combinado?


41 comentários:

Luvinha Antunes disse...

Vc é demais mesmo! Estava louca atras de dicas que fossem bem explicadinhas (sou 100% iniciante). Valeu!

beatriz longuinho disse...

Qual lixa usar?! Comeco com uma 180 pra lixar o movel?! E uma 400 entre uma demao de.tinta e outra?!

Ligia Portela disse...

Olá!! Será que posso pintar com tinta acrílica ( que eu acho mais fácil de usar ) e depois para dar um acabamento tipo laqueado, usar o verniz spray brilhante?

Vânia Cristina disse...

Mto esclarecedor o post! Eu pintei o rack para TV mega-CasasBahia rssssss e deu mto certo! Agora me resta uma mesa Tok&Stok e suas cadeiras para colorir!! hehehe
Obrigada por ser tão generosa!!
bjos

Luiza Amorim disse...

Muito útil!!! Vou fazer com certeza!! Só queria perguntar uma coisa: você acha que fica legal pintar móveis amadeirados de branco ou fica manchado? Beijos! Amei seu site.

Priscila Cayres disse...

Tomei coragem e vou fazer esse fds!

Patrícia Penque disse...

tenho uma mesa tipo aquelas de boteco redonda, de aluminio, tem o simbolo da antarctica inclusive, quero pintar ela de vermelho com spray pq acho que fica mais facil, o que vc acha? tenho que lixar antes também né? penso em fazer a mesma coisa com as cadeiras mas no encosto da cadeira queria dar uma estilizada, vc tem alguma ideia?

Ilana de Alencar disse...

Nossa pena que achei esse post só agora, quase morri pra pintar um criado mudo desses e não saiu do jeito q eu queria. Valeu a dica para os próximos.

Giselle disse...

Gente, dúvida express: meu móvel de mdf tem textura, ele é tipo canelado, será que vai funcionar?
Muito obrigada!

Graci Santos disse...

Os móveis do meu quarto são todos escuros e eu odeio! Prefiro os branquinhos. Então quero pintar a mesa do computador, o guarda-roupa e a cama de branco. Esse post me tirou muitas dúvidas. Mas to com medo de estragar os móveis auheuahe


Adorei o post! ♥


Beijos,
adoravelmente.blogspot.com.br

Katy Carvalho disse...

Olá!!! Obrigada por compartilhar seu conhecimento, adorei a matéria. Mas.... gostaria de perguntar uma coisa: Posso substituir os esmalte sintético pelo esmalte a base de água, para móveis que ficaram na área externa?
bjo Katy

Casa_de_Colorir disse...

Não aconselho, Katy! Beijo!

Nina Semenoff disse...

Adorei seu blog e sobre os passo-a-passos de como pintar madeira. Já pintei varias vezes e sempre amarelam, vi num dos comentários que o solvente reage com o esmalte, vou pintar as portas do armário de quarto em branco e usar o esmalte à base de água. Só gostaria de tirar uma dúvida, vou passar um verniz fosco que vc recomenda em spray, será que posso usar esse mesmo verniz passando com rolinho ou pincel?? Pergunto pq SPRAY em quarto e piso laminado vai voar verniz para todo o lado.....kkkkkkkkkkkkk

veridiane ludvig schwaab disse...

amei, estou com um ropeiro parado a 3 meses pq não sabia como pintar, agora maos a obra

Sue Faria disse...

Oi Talita! Tudo bem?

Eu "tô querendo" pintar é um guarda-roupas de 6 portas estilo "Casas Bahia".. E na minha cabeça, vou pintar de roxo..
Será que vai dar certo, ou tô ficando é louca?
Amo seu trabalho!
Bjs*

Ana Luiza Borges Knychala disse...

Talita, o post é ótimo! mas tenho uma dúvida, você sempre pinta dentro dos móveis?! como você faz?? essa é minha maior dificuldade. Beijos

Renata Peixoto disse...

Móveis estilo casas bahia possuem o acabamento de papel. Não tem nem como lixar, é uma folha super fina que quando molhada ou úmida fica toda enrugada e acaba rasgando. Quando passei a tinta o papel ficou úmido e se soltou do compensado. Ficou horrível.

Anônimo disse...

Eu amei tudo! Suas dicas, vai me ajudar muito. Obrigada!

Anônimo disse...

oi meu mome é sandra porque que só da pra entrar no anônimato? Beixuxxxx

Maria Ercilia disse...

Oi, muito legais as suas dicas, Talita... você sabe se consigo pintar parede com MTN 94? queria pintar uma faixa colorida numa parede e também uma coluna

Casa_de_Colorir disse...

Sim, mas vale umas 3 demãos pra ficar bom! Beijo!

Amanda disse...

Mais ou menos quantos potes de spray para uma cômoda grande de 8 gavetas?

Kárita Nunes disse...

E se a gente tirasse essa folha formica?

Taís L. Malagoli disse...

BOA TARDE, POR FAVOR PODERIA ME ENVIAR O NOME DA MASSA PARA MOVEIS QUE USA,. POIS NÃO CONHEÇO E TENHO QUE REFAR UMA PARTE DE UM MOVEL DE COMPENSADO QUE LASCOU TODO E CADA VEZ ESTA SOLTANDO MAIS E FIQUEI COM MEDO DE PASSAR A MASSA PARA PAREDE E NÃO DAR CERTO, COMO VI AQUI QUE VC DIZ QUE USA UMA ESPECIFICA PARA MAOVEIS GOSTARIA QUE PUDESSE ME ENVIAR O NOME E A MARCA.

OBRIGADO

TAÍS

Casa_de_Colorir disse...

F12! :)

Priscilla disse...

Adorei! Eu tinha comentado com meu namorado para fazermos isso com nossos móveis, mas depois de muita discussão ele disse que não dava, e agora eu vi que eu estava certa. KKKK Amei, vou fazer isso com minha cômoda. Esse post salvou vidas KKKK

Emanuelle Cardoso disse...

Oi Thalita td bom? Mandei fazer uma mesinha com algumas gavetas em MDF com o laminado branco, só que o marceneiro deixou o laminado lascar as pontinhas no interior das gavetas e tb arranhou o laminado. Eu conseguiria consertar minhas gavetas com a técnica q vc mostrou no post?

andréia disse...

ola.. tenho um armario antigo que gostaria de reformar... mas nao sei bem certo qo fazer nele,hehhe..
ele esta pintado com tinta a óleo.. mas se fosse pra fazer pintura provençal nele posso usar a tinta esmalte e depois lixar as bordas? vai ser minha primeira obra.. to cheia de duvidas kkk .. bj

Syll Mark Paiva Paiva disse...

Oi Talita, tenho um aparador "estilo Casas Bahia" e quero pintá-lo, só não sei se o pinto em verde cana, como a mesa de centro ou em tabaco, como o restante dos móveis e a lateral desta mesa. Estou com medo de ficar mt rebocado se pintado de verde. Ah, e os pés dele deu uma estufadinha depois de molhado, pois no dia da mudança o colocaram em lugar indevido, será que com a tinta não vai piorar? Obrigada. Parabéns pelo blog.

Daisy disse...

Thalita, quero customizar uma comoda mesclando pintura e tecido...como faço a aplicação do tecido?? tem alguma técnica especial??

Tatiane Mila disse...

Olá, adorei, ficou muito lindo!
Gente me ajudem, tenho um guarda-roupas enorme, tipo Móveis Casas Bahia(mas comprado no Magazine Luisa, rs) que é preto com marrom... Quero pintar todo de branco, o que devo fazer, será que vai ficar legal a tinta branca por cima da preta? Que tinta devo usar?


Me ajudem por favor, beijokas!!

Simeia EAragao disse...

Querida Talita adorei suas dicas, faz algum tempo que eu ando inquieta com a cor do meu barzinho, da minha sala de jantar e minha mesa de centro, não quero me desfazer deles adoro, só não suporto mais é a cor deles que é marfim, quero mudar pra imbuía e preto, eu mesma gostaria de fazer, como você poderia me sugerir a fazer, quais tintas a usar. bjs

Julia Pacheco disse...

Boa tarde, Talita! eu queria pintar o berço do meu filho de amarelo ovo. mas tenho medo do cheiro nao sair! Você acha que sai a tempo? qual tinta seria melhor nesse caso?
Beijos

Ana Paula disse...

Ola gostaria de saber se posso lixar e passar o verniz direto o mesmo que se passa em portas ???

At.

Georgia Durand disse...

Pintei meus móveis de MDF com tinta acrílica branca, lixei antes e depois envernizei com verniz em spray fosco da suvinil. Não recomendo tinta acrílica, ou acabamento fosco, fica impossível de limpar, vou ter que repintar tudo, estou pensando em tinta epóxi ou esmalte...

marlene disse...

Talita, moveis estilo casas Bahia, apos serem lixados posso aplicar papel parede (a cola é a base de agua)

samira disse...

Olá boa noite tenho uma cômoda pintada de vinho e gostaria de pintar de branca como faço? Que tinta uso?grata

Maria Emilia Amaral disse...

Estou preparando o quarto da minha filha Helena, que nasce em novembro, então comprei um papel de parede lindíssimo para transformar um quarda-roupas de 3 portas, mas a folha é mais estreita que as portas,pensei em usar a tua dica para pintar as portas de fórmica e colar o papel de parede por cima, a pintura vai servir como moldura e destacar ainda mais o colorido do papel de parede.
Assim que ficar pronto eu mando uma foto pra vc ver!
Obrigada

Adriana Carla Sniker disse...

Oi Talita...meu nome é Adriana....tenho um rack e uma mesa de computador em mdf com laminado por cima. São da cor cerejeira e eu gostaria de repaginar...posso usar um verniz cerejeira ou tenho que pintar com tinta primeiro? bjs...

Julia Werneck disse...

Ai que Blog maravilhoso, já namoro ele há tempos e vou começar a reformar meu criado mudo amanhã mesmo! Thalita, sou muito amiga do Gustavo e fã do seu trabalho! :D Beijos e parabéns!!

Rogerio disse...

Bom dia! Segui os passos e fiz a pintura no entanto, após a pintura, a peça ficou um pouco áspera ao toque. Como resolvo isso?

Obrigado.

Fique por aqui e passeie por outras histórias. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...