De fora pra dentro

02/08/2012




Sexta-feira passada fez sol, muito sol. E lá estava eu, em plenas férias, no Campo de Santana com meu pai. Entre gatos, cotias, patos e galinhas, andávamos pelas beiradas do jardim à procura de... galhos. É que no meio das compras do Saara, a pessoa encafifou que queria fazer um móbile para um quarto de bebê com os tais. Saldo da busca: 3 gravetinhos mequetrefes e a constatação de que os galhos do Campo de Santana não cheiram nada bem, credo em cruz. Nenhum galho colhido passou no teste de qualidade, ainda mais para um quartinho de bebê. Missão abortada, plano B: onde encontrar galhos cheirosos, em menos de meia hora? 

Nunca subestime o poder de variedade do Saara, meu caro e minha cara. No lugar de galhos, comprei algumas canelas em pau, 8 unidades perfeitas por R$3 no total (encontro esse tão feliz que até rimou). Isso sem contar no cheirinho suave de canela, né? O Saara nunca me decepciona.

Por quê eu contei isso?  Porque lá no meio do Campo de Santana, enquanto encarava a grama à procura de gravetos (férias, te amo), me ocorreu a idéia desse post - ou melhor, desse Inspira: "coisas que amamamos lá de fora e que incorporamos à nossa casa." Em outras palavras, Decoração de fora pra dentro.


E não é que encontrei muita inspiração?

#1. Essa pessoa gringa deve ter dado sorte de achar uns galhos mais cheirosos que o eu pra fazer esse móbile perto da janela, aposto.
#2. Folhas lindas e variadas, dentro de copos de vidro com água. Lindo, isso.
#3. Mais gravetos com cara de cheirosos viram esculturas. Duvido que sejam do Campo de Santana rs.


#4. Tesouros achados nas praias da vida. Ou seria na amada praia de sempre?
#5 e 6. Jarros de vidro abrigam gravetos, flores secas e mudinhas.

#7. O charme está na variedade de mudas. Ou seria de potes?
#8. Conchas variadas (ou lembranças daquele fim de semana) vão parar na estante. Eu disse estante ou livros + mãos francesas + parafusos? Pois é. :)
#9. Mais folhas, mais jarros. Muitos desses aqui a gente encontra em supermercados, vai. É só ficar de olho nos azeites, pimentas, águas, geléias...
#10. Essa parede, sim, é uma parede com história pra contar. Garimpo por garimpo. 
Montagens: Dearest Neature

E quando o tronco vira vela? E quando o tronco que vira vela ainda vem com o charminho do coração com iniciais? Muitos suspiros.
Imagem: Etsy


Um galho cheiroso vira até luminária.
Imagem: Etsy

E já que estamos falando em Decoração de Fora Pra Dentro, vamos incluir nessa lista os tesouros que estão lá no jardim ou no quintal? Sim, eles podem ficar um charme também do lado de dentro.



Cadeiras de plástico (des)combinadas com antigas cadeiras de ferro brancas. Sou chegada nesse charme do desgaste do ferro. Mas pra quem não resiste ao colorido, a tinta em spray tá aí pra isso, olha só:


E por falar em cadeiras de plástico, aquela branca de piscina, sem graça que só, pode receber de braços abertos algumas camadas de tinta em spray metalizada. Upgrade instantâneo ou o quê?

 Imagem: Houzz




Essa é uma daquelas fotos de decoração que só é boa porque a foto é linda, a luz é linda. Repare bem nesse espaço e imagine na vida real. Falta calor, hein, amigo. Mas o banquinho de praça na sala e o carretel com cadeirinha conquistaram meu coração.


Imagem: Design Sponge


E se o balanço virar sofá? Não sei se é prático - ou até muito confortável. Mas que é lindo, isso é. Típica ideia para colocar na listinha do "Se eu fosse rica...". 


O banquinho do jardim recebe algumas camadas de tinta branca e também muitas almofadinhas coloridas. Depois dessa, é promovido a sofá. O cinza da parede dá uma acolhida danada nos elementos pendurados ou não dá?


Imagens: Design Sponge e Pinterest


26 comentários:

  1. Simplesmente amei este post! è só o que posso dizer, mais do que isso seria dermais!!!

    Parabéns!!!

    Beijos

    http://viverfelizemelhor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ah eu amo esse toque de liberdade que as coisas que vem de fora, dão pra nossa casa. Eu tenho esse ultimo, um banco bem rustico. Mas nem precisou de tinta branca, bastou almofadas coloridas pra dar um aconchego e ele saiu da sacada pra minha sala.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. olá querida, amo seu blog e suas artes, quero saber em que loja do Saara vc achou esses paus de canela tão baratinhos, tô querendo pra fazer quadros, quando fui lá andei e não achei? rsrs
    bjs
    Merielen

    ResponderExcluir
  4. Que delicia de ler e ver esta postagem, sem contar que veio recheada de dicas.Tenha um lindo restante de dia!

    ResponderExcluir
  5. Na Caçula (de Niterói) tem galhos! Eu já, quase comprei. Tá certo que não é aquela coisas que se diga: "nossa, mas que galhos mais galhudos!" Mas até que são uns galhinhos bem simpáticos. Branquinhos e sem cheiro!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Thalita sua linda!!!esse blog tá cada dia mais e mais viciante.o Post de hoje foi um dos campeões.Vc tá demais,suas idéias se superam a cada post!amei tudo!comprei 3 cadeiras de ferro antiguinhas para minha cozinha,e como mudamos faz pouco tempo por apê,MUITA GENTE (diga-se todas as pessoas que vieram aqui!) querem saber quando eu vou trocar as cadeiras ''velhinhas...'' PUTZZZZZZ!!!Ainda bem que alguém (vc!) pensa como eu!haha!continuo amando as minhas,agora ainda mais!e juro que elas são novas,mas ng acredita!haha!sucesso sempre!e vem com todo o amor e inspiração no DECORA =)

    ResponderExcluir
  7. Tanta coisa linda!
    Muitas inspirações mesmo!!
    Bjinhos e um fim de semana pra lá de especial! :)

    ResponderExcluir
  8. Amei seu post e as imagens são realmente inspiradoras!!!

    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  9. Amei!!!!! Esse troco que vira vela é uma graça!! Bjs

    Vanessa

    http://www.facebook.com/pages/Design-me/382350975157701

    ResponderExcluir
  10. Como um simples pote, vidro, vaso pode ser a estrela do espetáculo.
    Quanto as gatinhos do Campo de Santana, praticamente meus vizinhos, sempre que passo por lá fico pensando como patos, cotias, gatos vivem todos em harmonia em pleno Centro da cidade.
    E o móbile de bebê, como ficou ?

    ResponderExcluir
  11. NOSSA THALITA, fiquei horas por aqui olhando,ou seja viajando no seu blog,tem tanta coisa interessante e vc é super legal, gosto de blog assim animado ,não sei se vc já me visitou,se não, da um pulo lá,acho que vc vai gostar,eu já te sigo a um tempinho,e tbm adoro o Saara.BJK

    ResponderExcluir
  12. Anônimo3.8.12

    Junto a resposta deste post com a do post anterior. É isso que eu coleciono, gravetos, ou troncos pequenos secos, que tenham um formato que eu goste.
    Lais

    ResponderExcluir
  13. Moça, taí, amei tudim!!!
    O arremate com o banquinho branco cheim de mufadinhas cororidinhas, então... aff...
    'Xêru' grande!

    Nancy Maria

    ResponderExcluir
  14. amei este post! quero tudo! (e mais uams três casas para colocar em prática tudo isso, hehehe)
    bjks,
    da harumi

    ResponderExcluir
  15. Oi Thalita, adoro demais seu blog. Acompanho cada post seu. Dei risada do seu comentário sobre o banco no quarto (um projeto para quando eu ficar rica). Eu queria ressaltar que suas idéias, criatividade e talento, não tem dinheiro que pague.

    Um grande abraço.
    Sucesso no decora, tbm te acompanho lá.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo3.8.12

    muito bonito o novo layout do site

    ResponderExcluir
  17. É primeira vez que tô por aqui comentando, mas não é de hoje que curto demais o seu blog! E essa estante de livro+mão francesa, já tinha visto em outro lugar e meu coração fica todo saltitante com ela! Acho que a únic asolução vai ser criar uma aqui no meu cafofinho! Parabéns querida!

    Ah! Eu tbm tenho um blog, seria honra ter sua visitinha por lá!
    www.blogdonamenina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. As idéias das cadeirinhas e do balanço são super bem vindas, mas eu tenho um pé atrás com essa história de galho, me dá uma agonia hehehe As mudinhas são lindas, mas deve dar um trabalhão. Mas é bacana tudo isso de trazer um pouco do que a gente encontra por aí sem muita serventia pra decorar a casa, no caso das conchinhas é charmoso hehe e eu ri com essa história dos galhos fedidos hehehe

    ResponderExcluir
  19. Mayara Moraes5.8.12

    Menina, que loucura seu blog, estou viciada nele. Todo dia entro e quero fazer tudo tudo tudo que você coloca. Ideias lindas, fáceis e geniais!
    Ontem mesmo fiz um mural totalmente inspirado nele!
    Compartilho sua ideia de felicidade dentro de casa, ainda n tenho a minha.. mas por enquanto meu quarto é meu lar! Parabéns lindona, muito sucesso e paz!

    ResponderExcluir
  20. Samara Campos Godoi5.8.12

    Thalita, adoro seu blog, tb tenho vontade de fazer tudo de legal que tem nele. Adorei a ideia das cadeiras de plástico junto com as cadeiras antigas. Adorei tb o banco rústico.
    Beijos, continue colocando essas coisas legai pra gente. Sucesso!!!

    ResponderExcluir
  21. Olá, realmente o saara nunca decepciona hehehehe, sábado estive na caçula para comprar aviamentos para coisas que ainda vou pensar em fazer, aí aproveitei para comprar sempre vivas e um jarrinho de regador que estava namorando há um tempão
    bjs
    Renata

    ResponderExcluir
  22. Amei o blog....

    Linda decoração!!!

    Estou seguindo... se puder segue o meu!!!

    http://alineperobello.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Nossa, esse fim de semana vi vários galhos no quintal da casa da minha sogra, lembrei logo desse seu post :)

    ResponderExcluir
  24. Natalia9.8.12

    Perfeito!

    ResponderExcluir
  25. Oi, Thalita. Sou brasileira, mas moro no Chile. Adoro seu blog, me ajuda a matar a saudade!
    Os galhinhos das fotos são trazidos pelo mar, as tais ´drift wood´. O Pacífico traz muitos, não me lembro de encontrá-los nas praias aí. Posso te mandar uns, mas a idéia de usar canela ficou ótima, e muito mais perfumada.

    ResponderExcluir
  26. Elineide WAnderley22.7.15

    Thalita , és  uma artista arretada, tenho entrada  nele para pescar tudo de bom e criativo, pois boas idéias aqui é não falta , e  quem não tá gostando muito  é meu marido , manda eu larga o emprego de enfermeira para abrir uma de resiclagem , é que ele corre da palavra "ei amor ! vem dar uma maozinho "

    ResponderExcluir