2

Pra gostar de ler

31/08/11

Image and video hosting by TinyPic
SHIFT + Clique
Caixa de feira, amor verdadeiro, amor eterno. Pode tatuar isso nas costas? Tá, pegaria mal, né? Mas é que são tantas possibilidades que não cabe em mim tanta admiração por esse elemento.

Atendendo a pedidos de mães cansadas de quartos infantis e monocromáticos, uma ideiazinha pá-pum para um cantinho de leitura pros pequenos guardarem seus livrinhos e arrastarem seu espaço pra onde bem entenderem dentro de casa. 

E como eu AINDA não tenho um pirra pra chamar de meu, o cantinho da leitura vai ficar na sala mesmo. 

Se você clicar na imagem, o livrinho abre lindo e grandão. Ah, você já sabe, né? Tá bom, tá bom, não tá mais aqui quem falou. Divirta-se. :)

19

Spray em tecido pode? Pode, sim senhor.

26/08/11


Tem Cueca na área! Não entendeu nada? Entenda aqui!
______________________________________________

Por Carlão
Eu sabia que essa historia de falar de tinta em spray ia render bastante e aí surgiram várias perguntas dos leitores: se a brincadeira rolava em plástico, em tecido, no olho do coleguinha...

Bom, no plástico a Thalita mostrou que vai que é uma beleza. Então, olhando pra última foto, no post do ventilador, eu vi aquelas almofadas ali dando mole, meio coadjuvantes no cantinho... 



Não pensei duas vezes. Se estragar não vai me levar à falência, certo?  
Vamos fazer o que sua mãe jamais deixaria você fazer na casa dela:
Spray na almofada : )  



Tirei o miolo das duas, botei a capa no canto obscuro da pintura e... pintar o quê? Peguei uns stencils de trabalhos antigos, uns sprays que eu já tinha aqui também e larguei a tinta na almofada, sem muita frescura pra não perder a graça.






A espera pra secar é um pouco menor, mas ainda assim... espere uma meia hora! Depois de secar, ainda passei uma camada de spray fixador mas, sinceramente, não sei se faz muita diferença. 

Virei as capas do avesso e joguei na maquina de lavar. A tinta deu uma esmaecida muito de leve e a textura da tinta ficou bem tranquila. Eu gostei bastante do resultado final e, como não é uma camisa que você lava várias vezes, acho que não vai sair tão fácil e só vai ficar mais style com o tempo.






Resultado: Não fui à falência, ganhei 2 almofadas novas e foi derrubado o mito do spray em almofada.





De brinde, vai o arquivo do stencil que usei no fundo da almofada de caveira. Basta clicar imagem abaixo que ela abre maior em outra janela para você fazer o download. 
Aí, você imprime numa folha, recorta com um estilete as áreas em cinza e...



manda bala! 


13

Pra vitaminar

24/08/11


De todas as promessas que a gente sempre faz pra si mesma e nunca cumpre, tomar vitamina todo dia de manhã é, no meu caso, a mais difícil. De longe.
Image and video hosting by TinyPic
SHIFT+Clique

Fruta? Sempre tem. Leite? Também. Fibras e outras especiarias podem ser providenciadas a gosto da freguesa. Mas o problema é que o danado do liquidificador nunca tá à mão quando eu preciso dele. Tá sempre lá no alto do armário, guardado, com seu fio enroladinho em sua órbita e coisa e tal. Ou seja: na correria do dia-a-dia, vai-se a vitamina e ficam o pastel de forno com mate diet e limão.

Ahh... chega! Não quero, não topo, não posso mais. Já percebi que, para que uma rotina vitaminada se instaure em minha vida, preciso ter o liquidificador na minha cara. Porque tem vezes que eu sou feito homem, sabe? Preciso ter o objeto ali, na minha frente, pra saber que ele existe. Se está fora do meu campo de visual, está fora da minha vida.

Mas se for pra ter mais uma tranqueira sobre a pia, que seja algo que enfeite também! O Carlão já ensinou a dar uma graça num ventilador, lembra? Agora, quem ganhou um toque de cor foi o meu provedor de vitaminas (ou projeto de):

Esse é o dito cujo. Honesto, né? Mas dá pra melhorar, e muito! E a tinta em spray ta aí pra isso! O plano era desmontar toda a peça, separando as partes que deveriam receber a tinta das partes que não deveriam ser pintadas. No meio da desmontagem, percebi que as peças eram soldadas, impossíveis de separar sem fazer nenhum estrago. Fuéin... missão abortada. Plano 2: remontar o liquidificador (rezar pra funcionar) e partir para o isolamento com fita crepe.Já ciente do meu alto poder fazer besteira, usei 3 camadas de fita crepe para proteger as partes que não deveriam ser pintadas: o painel com botões e a base cinza. Com a ajuda de um estilete, aparei as bordas da fita para garantir um visual bem acabado.
Peça protegida e pronta pra pintura. A tinta em spray usada foi específica para plásticos e seca em 3 minutos. Ô delícia! A primeira mão ficou assim, ó, bem laranja, mas com algumas falhas ainda.
Somente a 2a mão é que vai garantir uma cobertura uniforme! Depois de 3 minutos, estava tudo seco. Mas para evitar desastres, esperei bonitinha por meia hora antes de meter meus dedos nervosos.
Mesmo sendo bastante cuidadosa com a proteção de fita crepe, a tinta fugiu um pouco para a parte que eu não queria. Pra resolver, bastou retirar o excesso com removedor de tinta e um cotonete.
Sacou a lindeza? A base, que já era cinza, foi mantida para contrastar com o laranjão.
As partes que sofrem muito atrito (como a parte interna da tampa) ficaram livres da tinta! Assim, diminuímos o risco da pintura descascar com facilidade.
Eis a belezura pronta, agora, bem na minha cara todos os dias! Já usei, já passei pano úmido, já lavei e a pintura continua lá, firme e forte!

Não sei se a rotina da vitamina conseguirá ser cumprida, mas que o próprio liquidificador ficou muito mais vitaminado, ah, ficou!
2

Inspiração pé no chão

17/08/11

Image and video hosting by TinyPic
SHIFT + Clique
Há quanto tempo não rolava um Inspira por aqui, né? Mas dessa semana não podia passar! É que dia desses eu descobri um aplicativo muito perigoso pro Iphone. O Houzz nada mais é do que um catálogo giga de fotos de ambientes lindos, dentro do seu telefone. E acha que para por aí? Ele ainda é separado por ambientes e estilos. Cada coisa linda, viu. Só quem não gostou muito foi o namorado, que acabou ficando de lado na noite que eu descobri o brinquedinho rs.

E como eu sou chegada a novidades e edições especiais, o Inspira de hoje será só sobre quartos! Pra acompanhar, uma trilha delicinha pra ouvir.... no seu quarto. :)

11

engrossando a voz... engrossando o coro.

12/08/11

Meu gosto é uma meninice só, admito. Será por isso que eu raramente vejo os rapazes dando o ar da graça por aqui? As mulheres em peeeeso fazem parte dessa  troca diária e deliciosa de comentários aqui no blog. Mas e os cuecas? Pouco se sabe, pouco se viu. Mas fique sabendo eles curtem o blog, disso eu sei. Pois, mesmo ausentes nos comentários, eles são presença constante nos e-mails. Lá, protegidos pelo anonimato, mandam sugestões, tiram dúvidas e dividem  histórias. Os homens adoram decoração, gente! 

Por isso, peço, rapazes, saiam do anonimato! Pois a partir de hoje, semana sim, semana não, vamos abrir as portas pro nosso primeiro colunista do blog, que assinará o Casa de Cueca. Meu amigo desde a 4a série, ele veio pra falar de decoração off-frufru, design e provar que decoração pra macho também pode ser colorida.

Então, cuecas, manifestem-se! Com vocês...

Carlos Paboudjian
Tem quase trinta, é carioca morando em sampa e oficialmente trabalha com direção de arte. Mas quem se importa?
Extraoficialmente, Carlão é artista de rua, nascido do skate e guerrilheiro da contracultura. Nietzsche é sua fonte inesgotável de inspiração na vida. Sonha e se esforça pra ver o circo em chamas, afinal, quanto mais fogo, mais fumaça.
Tem uma rixa pessoal com todas essas regrinhas morais intocáveis. Sua arte é inteligente,imoral e até ofensiva (isso se você não curte um humor negro).
Velhinhas chocadas olhando para o muro o deixam demasiado contente.
Enfim, o cara é um brigador à moda antiga, com o coração e o cérebro na ponta do estilete. 


______________________________________________________________________________


"É claro que ia rolar uma semi-crise pra decidir como começar aqui. Aí, decidi começar pela base, o ingrediente que dá liga na maioria dos projetos: a indispensável tinta em spray! E como a Thalita usa aqui direto, melhor ainda! 

Vamos lá. O mais clássico é você ir em uma loja de tintas/material de construção, procurar por aquele spray com o calhambeque do Roberto Carlos no rótulo e sair rumo à felicidade. Sim, dá certo. E o Casa de Colorir ta aqui pra provar.

O que você não sabe é que existe quase tanto tipo de spray quanto tipo de esmalte de unha. Uma infinidade de marcas, cores, tinta brilhosa, tinta fosca...
Pode ser um pouco mais chatinho achar, mas nada que uma pesquisa na internet não resolva. Tem sites com todo o leque de cores disponíveis e ainda entregam em casa!


Esses são só alguns tipos de tintas. Nesse projeto, usei essa "BLACK" fosca. 

Pra mostrar um pouquinho mais, vamos pra prática, que é bem mais divertido. Vou fazer uma coisa que estou há meses querendo fazer. Logo que me mudei pra São Paulo e estava um calor riodejaneirense por aqui, comprei um ventilador de pé, maneirinho, mas sempre fica a vontade de fazer uma graça... e por quê não fazer agora, em cima da hora, quarta-feira à noite, chegando tarde do trabalho, tendo que entregar o post na quinta?

Vou aproveitar a bagunça que fiz pra pintar o último stencil e mandar a famosa brasa.

Não me venha com desculpinha de falta de espaço pra pintar.





1- Começamos por desmontar o 
 ventilador (o que não vai ser um problema já que eu nunca tirei ele da caixa).
2- O próximo passo seria aquela coisa maravilhosa de lixar até não sentir mais os braços. Se você vai pintar em cima de um material como madeira, provavelmente vai precisar fazer isso. Maaas como é metal, lisiiiinho, menos um problema, não precisa de lixa aqui.
3- Pra aplicar o spray, paciência e controle na ansiedade! O spray não deve ser usado muito de perto para não acumular tinta em alguns pontos eformar poças de tinta ou escorrer, dando aquela depressão pós-parto…Dê uma distância razoável pra ficar bem uniforme, quase uma garoa de tinta :). Não precisa cobrir tudo na primeira sprayzada! Agora é esperar secar, se controlando pra não deixar uma dúzia das suas digitais pra ver se já secou. Com muito cuidado, pra não arruinar a tinta logo de primeira, remonte tudo, coloque a peça no seu lugarzinho, abra uma cervejinha e tá lá!
Foi pra conta."


Aí o final. Ficou um canto meio Andy Warhol.

2

Esquentando os tamborins

11/08/11

Essa semana vai ter novidade aqui no blog. E eu tô que tô... que nem criança em dia de natal: já pode abrir os presentes? Já pode rasgar o embrulho? Não, não pode... ainda não tá tudo amarrado, do jeito caprichado que cê merece. 


Então, enquanto isso, já viu o videozinho feito aqui em casa pela Revista Época? Foram algumas horas de bate-papo e risadas que passaram voando! A matéria na íntegra está nas bancas até sábado e também aqui


2

Pro jantar

06/08/11

Quinta-feira passada foi dia do meu irmão vir aqui em casa jantar. O que significa que estamos conseguindo cumprir nossa recente e ambiciosa tradição de fazer das quintas, as nossas noites de jantares caprichados, com grandes amigos por perto. Às vezes sofremos alguns desfalques, mas o irmão sempre vem. O problema é a que horas ele vem! Sim, porque o Guga sempre teve um relógio próprio. E você vai entender do que eu tô falando.
Image and video hosting by TinyPic
SHIFT + Clique

Dia de jantar com o meu irmão é dia de fazer aquele lanche reforçado umas... OITO da noite, sabe? Só pra garantir? O muchacho vive no fuso horário sei lá... do México, o que quer dizer que, se você você marcar com ele uma hora, ele vai chegar 3 horas atrasado. Impontualidade cientificamente comprovada, através de intensos e precisos 23 anos de observação.

Já ciente do atraso e com tudo adiantado pro jantar, resolvi fazer uma surpresa pro Guga, que adora chegar aqui em casa e se deleitar com uma novidade. E  como eu já queria mudar um canto aqui de casa, a hora foi aquela!  Dei uma rasteira no tédio  quando vi que ainda faltava 1 hora pra ele chegar. Resolvi tornar a espera produtiva, quando bateu essa...

Fique por aqui e passeie por outras histórias. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...