10

Presente mais que especial

30/10/10

Quando eu recebi a ligação dizendo: "Thalita, a vaga de emprego é sua!", a tal da dancinha da vitória logo foi interrompida por um sentimento que me deixou um pouco mais pensativa: o sentimento de contagem regressiva. Sabia que, a partir daquele momento, começaria uma contagem regressiva para o inevitável "até logo" que eu teria que dizer a amigos queridos, companheiros que estiveram do meu lado por 4 anos, fazia chuva ou sol! Eu queria muito mudar, não queria? Só que eu não tinha parado pra pensar nessas outras mudanças que viriam com essa decisão!


Os últimos dias de trabalho foram de agradecimentos mútuos, promessas de constante contato (que é sempre tão difícil de cumprir) e palavras de conforto, tanto pra mim, que estava indo, quanto pra quem ficava...


E, no primeiro sábado longe das minhas queridas amigas, a Dri aparece aqui em casa com um presente de todas as meninas para fazer a minha varadinha sorrir. E quem sorriu, se emocionou, abraçou e agradeceu foi a dona da varanda aqui, que ganhou o dia, o mês e o resto do ano todo em saber que, nesses 4 anos, cultivou amizades tão especiais como essas! Meninas, ainda não consegui prender o meu jardinzinho na parede... Mas fiz questão de colocar as fotos pra vocês!





E sabe quando criança ganha um presente lindão e às vezes fica mais apegada ao papel de presente ou à enorme caixa colorida que veio com ele? Eu fiquei bem assim catatônica, quando notei os bilhetinhos de cada uma que acompanhava o meu jardim! Estavam lá, pequenas declarações floridas,  alegrando e trazendo amor pra mim e pra minha casa! Percebi então que não tinha sido só a Dri que tinha vindo me entregar o presente... estavam todas aqui comigo! E, tratei logo de arranjar um lugar especial pra vocês, para manter todas aqui por perto todos os dias, como sempre foi ao longo desses anos todos!




Declarações dirárias de amizade, ao entrar e sair de casa. :)
30

Pitacos: a casa da Mari

22/10/10

Hoje o blog faz 1 mês de vida! E, de presente, recebi uma ligação que me deixou de pernas bambas. Torçam por mim, amanhã de noite talvez tenha novidades e conto pra você!


Nessa última terça feira, saí atrás de tinta, pois já tenho um projetinho na fila! Mas sabe quando a pessoa vai chegar do trabalho às oito da noite e pintar parede? Tudo bem que eu até tento dar volta na preguiça quase todos os dias, mas pintar parede de noite, dia de semana, depois de trabalhar por 10 horas é só para os espíritos muito elevados!


Então, como hoje não tem invenção aqui em casa, eu invento na casa dos outros! Há 2 dias, a Mari me mandou um e-mail escasquetada com a sua parede vermelha. Ela é de Recife e mora com o noivo em um apartamento alugado. Mas isso é por pouquíssimo tempo, pois já já o seu apartamento recém comprado fica pronto. Que delícia hein Mari! Enquanto isso, ela quer deixar esse cantinho aqui com a cara dela. Olha só o apê da Mari hoje:



Mari, antes de qualquer coisa, eu não sou arquiteta, viu? Mas eu acho que sou. O que pra mim basta  pra eu ter dezenas de idéias para a sua sala. Os 2 e-mails que trocamos foram pouco para eu entender seu gosto... mas se você lê aqui o blog e me pediu as dicas, imagino que eu posso dar sugestões seguindo meu gosto pessoal, né?  E começam os pitacos:

Como o nome do blog já diz, eu gosto é de casa colorida! E, apesar da sua parede ser colorida, sabe por quê você estranha tanto ela? Por quê ela é a primeira coisa que você bate o olho quando olha pra essa foto, pois ela está muito em destaque. Além disso, você vai se mudar em breve! Pra quê ter a trabalheira de pintar parede? Sua parede vermelha é linda! Só precisamos tirar o melhor dela. :)

Acho que essa parede vermelha pode ser só um toque de cor ousada, que aquece o ambiente. Pra isso, eu colocaria alguns quadros que cobrem bastante a parede. Assim, o foco principal será o quadro. A parede será só um detalhe. Mas quadro é tãao caro né? Como eu achei que a sua parede vermelha tem muito potencial, vou sugerir uma idéia que eu tô namorando há semanas aqui pra casa e ainda não botei a mão na massa:

- 2 ripas de compensado cortadas sob medida, com uma profundidade de aproximadamente 2 ou 3 cm. Eu já pesquisei porque tô querendo fazer isso aqui na sala. Um compensado desse em loja de construção custa uns 20 reais cada um. Mas você também pode dar a sorte de conseguir essas belezuras em madeireiras, obras e até naquelas caçambas de entulho que ficam na rua (seus olhos também brilham quando se deparam com uma caçamba de entulho ou sou só eu?). A extensão das ripas fica por conta do sofá. Seria legal se as ripas tivessem a mesma largura do dito cujo. Acho que fica mais bonito e aloooonga a parede. Isso é meu achômetro, claro!

- Depois de encontrar ou comprar as ripas, você procura 2 tecidinhos bem bonitnhos com estampas que se complementem. As lojas de tecido vendem diversas opções de estampas assim. Geralmente as costureiras compram para fazer jogos de lençol! É fácil de achar, vai por mim! Eu quero comprar pra fazer fronhas, mas só quando a minha máquina amada de costura for comprada.

- Cola branca + pincel ou grampeador de estofador. Para prender o tecido na ripa, não tem segredo! Acredite: colar tecido com cola branca em madeira é muito mais fácil que você imagina. Escolha um tecido mais parecido com o algodão que é batata. Passe a cola com um picel (qualquer pincel, mas eu acho que aqueles mais chatos facilitam). Economize na cola, pois não precisa de muito. Se você exagerar na cola, quando o tecido secar, ele pode ficar muito brilhoso em alguns pontos com mais cola e mais fosco em pontos com menos cola, pois ela vai secar tipo um verniz. Mas é fácil, a cola deixa o tecido super maleável! Errou? Deu ruguinha? Tira e faz de novo. O tecido não rasga que nem papel, então é super fácil você acertar na mão, mesmo que você tenha que fazer e refazer dez vezes. Pulo do gato: dilua a cola em um pouquinho de água pra cola ficar mais fina, penetrar mais fácil no tecido e espalhar melhor. Mas se você não quiser essa lambança, compre ou pegue empretado um grampeador de estofador, estique bem o tecido na frente e grampeie tudo na parte de trás. Eu iria de cola mesmo, pq não é todo mortal que tem grampeador de estofador né? O meu, por exemplo, é emprestado do padrasto.

- Pra prender na parede, encha a parte de trás da ripa de super fita (ou VHB, ou fita banana) e pronto, cole na parede! Nao precisa nem fazer furo. Essa frase não é música para os ouvidos de quem tem apê alugado: não precisa furar parede! :) Só preste atenção e coloque o maior ponto de contato de fita possível, pois como a ripa tem um certo pesinho, não podemos correr o risco da ripa cair na cabeça da visita né? Não economize na fita! Te imploro!

- Outra coisa que eu acho legal é brincar com estampas diferentes, seguindo a mesma cartela de cor. Por isso, colocaria um tapete entre os sofás, pra dar uma aquecida nesse piso frio. E, no sofá, uma almofadinha de bolinha num tom neutro. Você já aproveita uma viagem só na loja e elege um tecido + espuma para que uma costureira amiga faça uma capinha dessa retangular (adoro almofada retangular, acho um charme!) pra você.

- Em relação à janela, eu ficaria bem sem cortina. Mas como você perguntou se deveria ou não colocar, eu diria que sim! Mas não para escurer o ambiente, já que você tem uma parede vermelha, que deixe a luz entrar... :) Mas também acho que cortinas dão um toque acolhedor pra nossa casa! Então ficaria com uma cortininha leve em uma cor natural.

- Sua varanda é pequenininha como a minha e um charme! Cheia de plantinhas, casa de passarinho, sininhos... Nao mudaria nada!  Mas como você quer mudanças, que tal pintar os vasinhos com uma cor vibrante que complemente a sala?

- E, pra terminar, vamos falar da mesa de jantar, só pra rimar! Não sei se você pode pintá-la, pois você disse que alguns móveis são do proprietário do apartamento. Mas eu acho que ela nasceu para ser verde :)

Minha invenção de moda ficou assim ó:
E o "antes", perto do Pitaco, pra facilitar a comparação:

Mari, essa é a minha visão da sua Casa Colorida :) O que achou?
19

Pitacos: Larga um criado desse aqui em casa, larga!

20/10/10

A pessoa já é metida à tudo nessa vida, desde designer até paisagista (sim, agora eu tenho mais plantas, regador e, pasmem, fertilizante! Em breve, mais fotinhos da varanda mais verde e do presente que transbordou meu coração). Como se isso não bastasse, teve gente corajosa que acreditou no meu pedido aí do lado e começou a me enviar as fotinhos do seu espaço atrás de sugestões baratas e criativas para dar uma renovada no cafofo. Sente o peso da reponsabilidade de dar pitaco no cantinho alheio...! Mas como dar pitaco é comigo mesmo, resolvi passar a publicar aqui também essas sugestões. Sei que o blog foi criado com o objetivo de mostrar as invenções aqui de casa, mas acho que a dúvida boba de uns pode ser a descoberta do ano de outros! E a pessoa perde o seu tempo, pega uma máquina fotográfica, tira uma foto, senta na frente do computador, se apresenta, me escreve um texto que é só carinho, anexa fotos... Me sinto na prazerosa obrigação de, além de responder, dividir isso com todas vocês.

A partir de hoje, vou passar a usar o marcador Pitacos para todos os posts relacionados às dúvidas que chegam pra mim por e-mail, Facebook, carta psicografada, MSN, telegrama, o que for!

Ontem tirei a dúvida de uma amiga antiga da escola, Lilibeth, que não vejo há 10 anos! Nos reencotramos no Facebook, ela começou a acompanhar o blog e resolveu tirar sua dúvida por lá mesmo. Ela tem 2 criados mudos na cor mogno que precisam com urgência sair do coma! Eu a respondi também lá pelo Facebook com algumas idéias. Aí hoje, chega pra mim um comentário aqui no blog de uma  pessoa que assinou "BIC", pedindo dicas para pintar com tinta em spray uma mesinha de mogno. Ia copiar e colar aqui o comentário dela, mas acabei de ver que ela apagou o dito cujo. Já que já escrevi centenas de milhares de linhas por causa desse comentário, BIC: vou te dar a dica mesmo assim! rsss Afinal, 2 dúvidas iguais em 24 horas? Me sinto na obrigação de compartilhar com vocês.
Uptade! A BIC apareceu! Ela se chama Rosalynn e apagou o comentário aqui pra escrever um e-mail bonitinho acolá. Muito prazer :)

Esse é o coitado do criado mudo da Lilibeth, ó:


E, para quem quiser ou tiver paciência, segue o "textinho" que publiquei lá no Facebook dela com as minhas idéias de ressucitação:

"Lilibeth, esse criado mudo tem muuuito potencial! De cara, já penso em várias soluções...

Não sei qual o material desse móvel, mas parece madeira. Só que o bichinho morreu afogado em tanto verniz, né?? rsss

Bom, pra eu sugerir uma cor, eu pre
cisava ver onde você vai colocá-lo, o que tem em volta, mas acho que ele receberia bem qualquer cor.

Se você não quiser ousar tanto, eu pintaria ele de verde escuro, mas tô vendo que tem uma parede azul royal aí atrás né? Se a mesinha for ficar nessa parede, pintaria ela de branquinho e daria o toque com os puxadores. Pra pintar, eu usaria tinta em spray (Sugestão: Colorgin para uso geral). Você vai gastar pouco mais de 1 tubo. Apesar de ser um pouco mais caro, acho que compensa, pois é muuuito mais fácil de pintar, nao deixa marca de pincel e não precisa envernizar, pois essa tinta já dá aquele aspecto laqueado. O tempo entre cada mão é de 30 minutos. Ou seja: contando com o lixamento, em 2h vc tem um móvel novo. Mais fácil, impossível.

Antes de pintar, você vai precisar lixar MUITO esse verniz. O marido dá uma força nessa etapa né?

Depois de 2 mãos, dá uma outra lixada pra deixar tudo uniforme (bem de leve senão tira as camadas de tinta por baixo), e passa a última mão de spray. Essa última lixada antes da última mão é o pulo do gato pra um acabamento legal.

Não sei quanto vc pretende gastar nessa ressucitação... se quiser gastar pouco, use a mesma tinta em spray para pintar esses puxadores. Mas eu trocaria os puxadores por uns mais bonitinhos e coloridos. Vai fazer toda a diferença! Eu compro puxadores no Shopping da Gávea (Trinca Ferro) ou no Botafogo Plaza (Rupee Rupee). Cada um custa em torno de R$12. Mas se você vai muito ao centro, acho que você encontra por um preço mais em conta.

Agora vamos a esse vão enooorme entre as gavetas. Tenho 2 sugestões:

1- "Eu adoro esse móvel e não quero me desfazer dele tão cedo":

Com uma furadeira, 4 pinos e uma placa de compensado cortada sob medida, faria uma prateleira entre as gavetas. Dependendo do que você pretende guardar, faria até 2 prateleiras. E pintaria as placas com a mesma tinta em spray.
Aí eu tenho uma ideia legal: se você pintar o móvel de uma cor bem neutra e colocar prateleiras, antes de colocar as prateleiras, cole um contact ou um papel colorido nesse fundo! Vai dar um charmezinho a mais, sem ficar muito chamativo!
Colocar mais uma prateleira não vai ter custar nem 10 reais, e vai te ajudar a organizar melhor os objetos no móvel, deixar tudo mais arrumadinho.

2- "Eu só quero mesmo mudar a cara do móvel, sem ter muito trabalho":

O que eu acho que faria uma enorme diferenca seria comprar uma caixa bem bonita, exatamente da largura do móvel. Sabe essa caixinha azul que está aí? Entao, tipo isso só que 3x maior :) Assim, a parte superior da caixa vai ser uma espécie de prateleira, que vai te ajudar a disfarçar esse vão alto. Aí, dentro da caixa, você coloca tudo quanto é tralha. E, em cima da caixa, coloca um enfeitinho fácil de tirar caso vc queira mexer na caixa. Ex: algumas revistas legais, uma velinha...
Você encontra umas caixas legais, de tudo quanto é tamanho e cor na Leroy Merlin. Mas, de novo, se vc vai sempre pro centro... melhor comprar lá!
É importante que a caixa seja uma extensão do móvel, pra isso, basta escolher uma cor / estampa que complemete a cor e puxadores que você escolheu para o criado. Tipo: parecer que essa caixa veio junto com o móvel, sabe? Uma caixa grande de palha ia ficar um charme.

Bom, espero ter ajudado! Quero ver fotos da transformação! Não esquece! Beijosss!!"


Lili, promessa é dívida hein... Quero ver as fotinhos da transformação!


Mari, seu e-mail não está esquecido não viu! É o próximo!

Rosalynn, complemento para a dica: as camadas de tinta são beeem fininhas tá? Na primeira mão, ela vai ficar cheia de falhas, quase não vai cobrir a madeira. Vai ser mais uma nuvem de cor. É assim mesmo! Na segunda, a cobertura vai ser quase 100%. Mas cobertura total mesmo, só na 3a mão. Isso é importante para não criar bolinhas e para a tinta não escorrer! E posicione o spray a uns 20 cm da peça, no mínimo. É fácil! Verás... E fotos! Por favor! :)
63

Então sorria

Eu ainda não entendi qual é a minha:


1- Eu sou uma pessoa privilegiada, que possui um lixo exclusivo, separado dos demais mortais. Por onde ando, brotam na minha frente achados espetaculares, que ninguém mais enxergou, só eu! E, se calhar de algum outro terráqueo conseguir, por algum bug sistêmico, enxergar o mesmo lixo que o meu, o mesmo se desintegra no instante em que ele é capturado e toma forma novamente somente na mala do meu carro.


2- Eu sou a Pollyana do descarte. Ou seja: consigo enxergar o velho, o feio e o inútil com os melhores olhos. Olhos ingênuos? Talvez! Olhos que enxergam potencial até em lata velha de sardinha! A pessoa acredita que pode fazer um mundo mais bonito com tudo o que cata do lixo. Corre por campos floridos, cercada de passarinhos cantando, recolhendo amigas mesinhas, caixotes, gavetas e o que mais precisar de um toque de amor. Ai... que fofura...


E sabe por quê eu me pergunto isso? Porque algumas pessoas já me perguntaram: "Menina, mas que lixo é esse em que você encontra essas coisas? Nos lixos da minha vida eu não topo com nada disso!". E eu costumo responder que o lixo sempre esteve lá, mas não foi notado. Um exemplo disso foi o "lixo" que permaneceu por meses a fio ao lado da minha mesa do trabalho antigo. Depois de uma mudança de andar, as letras que formavam a frase "Simples Assim" na parede foram arrancadas e deixadas de lado. Algumas letras foram perdidas, outras ficaram amontoadas perto de onde ficava a minha mesa. Meses depois, em um dia de arrumação geral, cataram as tais letrinhas e as jogaram oficialmente no lixo. E falou lixo lá no trabalho, falou comigo! É a minha deixa! É como se falassem: "Thalita, é oficial, não queremos mais isso". Gastei alguns minutos tentando montar uma palavra que fizesse sentido, catei as letrinhas encardidas e trouxe pra casa:

MILSPE, SEMIL, LIMPES, SPEILM, SLIPEM... Passa letra pra cá, passa letra pra lá, tira um P, bota um S.... Palavra formada! Hora da brincadeira! Resolvi que, dessa vez, não ia apelar para a tinta em spray. Ia  tentar uma nova técnica: forrar com tecido!


Materiais utilizados:


- Letras abandonadas
- 1 metro de tecido (usei um pano de Chita de R$ 3,99 o metro, comprado no Saara)
- Cola branca
- Pincel para cola
- Água para diluir a cola (medida no olho, só para deixar a cola mais fácil de espalhar)
- Tesoura
- Vinho, taça e abridor - totalmente opcionais e a gosto :)

Comecei tentando colar o tecido diretamente sobre a letra, como se fosse um adesivo, mas isso foi profissa demais pra minha capacidade, pois o corte do tecido tinha que ser cheio de curvas e dobras, seguindo o formato das letras! E cada letra tem 3 faces pra forrar (frente e as duas laterais). Como vi que ia demorar hoooras pra fazer esses recortes perfeitos, resolvi passar para o plano B. Cortar várias tiras e "enfaixar" as letrinhas.

Fitas e mais fitas, emaranhadas amorosamente no tapete.

Para não fazer muita lambança, não usei cola em toda a superfície. Colei uma pontinha da fita com cola, fui enrolando a fita bem firme na letra e só passei cola na outra extremidade da fita!


Quando a fita acabava antes da letra, colava a pontinha dessa e já remomeçava com uma nova fita, do ponto que a última acabou. Depois de todas as letras vestidinhas, deixei secar por 7 horas (descoberta: a cola diluída demora mais pra secar), enchi de fita VHB (também conhecida como super fita, fita banana) e rá! Parede!

Agora, logo quando que você entra aqui em casa, eu te convido para um gesto que não custa nada, mas vale muito: SORRIR!





Detalhe do acabamento.


Se você gostou, dá um sorriso! :)

5

Feliz de estar de volta!

O blog ainda não fez nem 1 mês e o carinho que eu tenho recebido de todas vocês não tem preço! Vou explicar pra vocês o motivo do meu sumiço, pois não dá pra colocar o bloco assim na rua, fazer tantos amigos, conhecer tantas pessoas maravilhosas e depois... assim... desaparecer, né?! 

Olhando pra trás, pra esse mês que passou, ficou muito claro pra mim que a Thalita de setembro precisava de uma mudança! E, por sorte, eu sou uma critaura que, quando sente que é momento de dar uma sacudida, encontra energias do fundo de não sei onde e... muda! Sabe quanto você fica angustiada, sentindo que falta algo na sua vida, e não sabe nem o que é? Esse não era o meu caso! Eu sabia! E uma das coisas que mais me angustiava era a sensação de ter uma criatividade adormecida. Eu sempre achei que, aqui dentro, existia uma sementinha criativa mal explorada por mim. No trabalho, a mesma sensação. Será que eu contribuo o máximo que posso contribuir? Será estão absorvendo o meu melhor? Definitivamente não... Eu podia doar tão mais... tantas idéias fervilhando na cabeça e tantas planilhas de Excel pra dissecar! Era um paradoxo... Depois de muitos longos banhos pensativos e idas e vindas do trabalho com a cabeça lá em Saturno, decidi começar pelas coisas que eu podia mudar sozinha, que dependiam só de mim para acontecer! Foi então que resolvi desafiar a minha criatividade e disciplina e criei esse blog! Para  mostrar a todos o que podemos fazer com pouco dinheiro e boa vontade e, mais do que isso, me policiar para que essa criatividade seja duradoura e frequente! Quando leio todos os comentários de vocês aqui no nosso blog, tenho certeza de que estou indo pelo caminho certo e isso me motiva a ter sempre novidades pra mostrar pra vocês! Que alegria essa minha web casa me dá!

E, quando eu achava que esse projeto pessoal já tinha valido o meu 2010 e acalmado um pouco as minhas inquietações, as boas energias atraíram mais boas energias! Na quarta-feira passada, depois do feriado, comecei em um novo emprego, diferente de tudo o que já fiz! Ainda é no mercado publicitário, mas pra mim parece um novo mundo! Novos jargões, novos pepinos, novos processos... Foi tudo muito rápido, mas resolvi mergulhar de cabeça. E, somente por essa semaninha, o meu novo emprego me "roubou" da minha casinha, do nosso blog e de vocês! Mas agora, o furacão que passou já me devolveu ao chão e minha rotina já está pseudo normal, como sempre foi. :)

Me desculpem pelo chá de sumiço! Fui ali rapidinho realizar mais um sonho e voltei, tá? Sei que que vocês entendem... afinal sonhos não precisam de justificativa, não é mesmo? Estou de volta, com olhinhos de estréia, e cheia de idéias pra mostrar pra vocês.

42

Operação tapa buraco!

06/10/10

Gente... tô levemente frustrada! No domingo, comprei uma lata de sardinha pra inventar uma receita aqui! No segundo em que abri a latinha, já me veio à cabeça uma idéia de como reaproveitá-la aqui em casa! Aí hoje, fui no mercado comprar o complemento para a minha invenção e cheguei em casa doida pra colocar a mão na massa e mostrar aqui pra vocês.

Tinha deixado a lata lavadinha secando no escorredor de pratos, mas a moça que faz a faxina aqui em casa catou a latinha e jogou fora!! Gente, desde quando lata velha de sardinha é lixo?! hhahaha Poxa... a latinha tinha tanto potencial! Já que a outra parte do miniprojeto já tá comprada, essa semana vai ter receita com sardinha de novo, pois eu quero outra latinha! Não é nada demais... mas ia ficar tão bonitinho! Enquanto isso, mostro pra vocês uma leve operação tapa buraco.

Eu bebo vinho. Mas eu não estoco, nem coleciono vinho! Então nunca tive garrafas o suficiente para "rechear" esses nichos que as cozinhas planejadas sempre têm! Eu sempre tenho aqui em casa, no máximo, 1 ou 2 garrafas de vinho, que acabam ficando na geladeira (sommeliers do meu Brasil, não me atirem pedras!).

E você conhece a teoria da geração espontânea, né? Buraco livre na cozinha gera, depois de 4 dias, notas de supermecado, guardanapos que sobraram do fast-food, palitinhos de comida chinesa, bilhetinhos ou qualquer outra coisa que caiba no espaço! Faça você o teste... é comprovado!

E Darwin tava certo, viu! Olha o que aconteceu com os buracos depois de 2 meses. Até pipoquinha de São Cosme e Damião surgiu!


Aí, hoje no mercado, me deparei com um monte de mini plantinhas, entre cactus e suculentas. Pensei: humm, será que cabe? Será que fica bom? Como cada uma custava R$1,50, resolvi arriscar R$9 e trazer 6 delas comigo pra casa! Se não coubesse no nicho, com certeza ia dar um outro destino pra elas! E ficou assim:



Gostei! Obviamente, não vai demorar muito pra esses vasinhos ganharem um toque de cor! Mas se você também passa por isso e encara esses nichos vazios na sua cozinha todos os dias, essa é uma das muitas soluções. Alguém resolveu esse problema em casa de outra maneira? Fiquei curiosa!
38

Varanda de colorir

05/10/10

Desde que eu vi essa foto lá no Sei lá Muitas Coisas, não consegui tirar a idéia de deixar a minha varanda toda colorida! Minha varanda é suuper pequenininha. Então, já que não cabe muita coisa, vou imitar essa referência linda que eu espiei lá no site da Anna Lucia. Pouco espaço? Plantas, plantas + colorido!


A beleza e simplicidade dessa foto são quase um desaforo. Parece que está me dizendo: "Tolinha, por quê não pensastes nisso antes?!" E a minha varanda bem que precisava de uma vida tadinha... A bichinha estava toda trabalhada na monotonia. E, quando a gente quer dar vida a um espaço, da forma mais barata possível, a gente sabe o que fazer né? Ou reinventa os móveis ou coloca planta ou coloca cor!! Vamos às conclusões:
- Bom, pra reinventar os móveis, primeiro eu teria que TER móveis! Como eu só tenho essa mesinha-sem-sal-pálida-de-plástico-monotonia-em-pessoa,  reiventar alguma coisa está fora de cogitacão. E essa semana a safra do lixo não estava boa não, não tive nenhum achado pra reformar!
- Colocar planta é uma ótima saída! Mas comprar planta, assim, tudo ao mesmo tempo, fica caro! Quando a gente compra 1 vasinho a mais ou a menos, não faz tanta diferença, né? Mas imagina comprar uma florestinha particular de uma vez só?! Ia gastar pelo menos 100 reais, né? Então, a saída é estipular uma grana e comprar o máximo de plantinha bonitinha que der, aquelas que "fazem vista", sabe? :) Meu limite foi míseros 30 reais.
-  Pensando aqui com meus botões, concluí que colocar cor, nesse momento, é a saída salvadora! Eu já adoro um colorido em tudo mesmo... Além disso, restos de tinta e retalhos de tecido já estão se acumulando e me deixando com opções para criações rápidas, sem precisar sair de casa pra comprar o material! Estou montando meu ateliê?! Será que é assim que começa? Quando você se dá conta...PUFT... e você tem um ateliê? Humm.

Na verdade, eu tô enrolando para mostrar a monotonice da varanda. Mas não tem jeito... ela tava assim, uma alegria de viver que só!


E depois de procurar tudo o que eu tinha aqui em casa pra dar uma vida ao espaço, ela ficou assim:






Essa arrumação é provisória! É só para dar uma vida rápida ao espaço mesmo! Quanto tiver um $$, vou trocar essa mesa tristinha, fazer uma parede com plantas e colocar um suporte para guardar minhas tintas e pincéis. Nem a almofadinha e o lacinho de fita conseguiram deixá-la mais alegre, né? Mas gostei... Adeus à monocromia!!
7

Ela gostou!!!

04/10/10

Graças ao apoio de vocês, resolvi entregar o presentinho para a Mari! E não é que ela gostou?! Deu pra notar a cara amarrotada das duas? É que era 9 e pouco da manhã e eu sou que nem criança: mal cheguei e já estava doida para entregar logo o incrível artesanado feito por mim! Hahahaha, depois dos comentários, comecei a achar que ficou bom mesmo! Obrigada a todas pela ajuda!

Anh, não entendeu nada? Pegou o assunto no meio do caminho? Eu te ajudo! Estamos falando disso aqui, ó!

Promessa a médio prazo: vai chegar o dia em que a maioria dos presentes dados para os meus amigos serão feitos por mim, pensando em cada um deles! Presente desse tipo não tem preço, né? Mas ainda falta muita elevação espiritual e coordenação motora para que esse dia chegue! Mas vai chegar, vocês verão!
11

Agora tem cortina!

02/10/10

Cortina comprada!! R$49 reais, da loja de sempre, Leroy... Não vou dar maiores explicações, senão é muita propaganda, né? :) Mas que os vendedores são demais... são!
Não estava muito segura quanto à cor... mas estou me acostumando! Na hora de comprar, o que valeu foi o preço. Acertei a altura no olho!! Ponto pra mim! :)

Na verdade, eu queria contar uma coisa absurda que aconteceu comigo essa semana... mas não posso! Se realmente acontecer, eu te conto! Acho que você vai ficar tão surpresa quanto eu!! Mudanças maravilhosas a caminho! Gostosa essa fase né??

Enquanto isso... "o" sofá, "a" manta rosa, "as" almofadas amadas, "a" tal da mesinha firme e forte, "os" livros desejados e "a" nova luz, que entra através da nova cortina. :)




A parede atrás do sofá ainda está uma tela em branco... buscando inspiração e carente por idéias! Alguma sugestão? Um ótimo sábado à noite a todas! :)
78

Tô orgulhosa!!

01/10/10



31

Parede mais linda por R$2,99

Você lembra dessa parte do cafofo onde tinha a chapeleira, logo na entrada? Sentia que faltava algo!


Comprei, em uma loja de R$1,99, esse adesivo aí, por R$2,99! (Ué, a loja não era de R$1,99? Enfim...!). O bom do adesivo assim, todo emabaralhado na cartela, é que você pode arrumar o desenho na parede como quiser! Não achei a qualidade do adesivo lá graaandes coisas, mas, por R$2,99, dá pra arriscar e, se não gostar, tirar tudo e ter outra idéia, né?


Ficou assim, ó, com direito a restinho de florzinha caído no chão. :)



E ainda sobra R$0,01 de troco. :)

Fique por aqui e passeie por outras histórias. :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...